Páginas

Marcadores

domingo, 18 de setembro de 2011

Diálogos e frases do Seth Cohen - The OC



1ª Temporada
Seth: Summer, ali. Olhe! Espere! Não olhe. Quero dizer, você pode olhar, mas não olhe como se estivesse olhando.
Seth: ”Sabe o que eu mais gosto nos riquinhos? Ban! Nada.” Ô Ryan, você não me considera um riquinho não né? Eu sou mais pra classe média alta…
Sandy: Desde que você nasceu eu soube que não iria respirar normalmente se você não estivesse bem.
Seth: Então eu sou como asma?

Sandy: Seth, podemos falar com Ryan em particular?
Seth: Ok, mas se é sobre o tapete, quero dizer que…
Kirsten: O que houve com o tapete?
Seth: To saindo…

Summer: E quanto à mim?
Seth: (Tosse) Aqui.
Summer: Ok, vamos. (Brava)
Seth: Você tem certeza? Porque senão quiser…
Summer: Só não fale comigo.
Seth: Entendi. Nossa ligação é mais forte que as palavras.

Seth: Você é um Cohen agora. Bem vindo a uma vida de inseguranças e dúvidas paralisantes.
(O carro destruído)
Sandy: Então isso tudo aconteceu no estacionamento do cinema?
Seth: Filmes de tubarão martelo tendem a ter público violento.

Seth: Eles namoram desde a 5ª série.
Gabrielle: Então ela o conhece desde que ele comia pasta de dente.
Seth: Eu acho que ele ainda come.

Caleb para Sandy: Você andou fumando maconha?
Seth(entra): Pai, você fuma maconha?
Kristen: Fora, isso é uma conversa particular.
Seth (gritando e saindo): Ryan, adivinha quem fuma maconha.

Seth: Além do mais o que acontece no México, fica no México.
Ryan: Ah é, e o que acontece no México?
Seth: Eu não sei, porque fica lá. Por isso nós temos que ir!

(Summer chega)
Seth: Isso vai ser demais.
Sandy: Filho, ela é muito bonita!
Seth: E conseguiu estragar…

(Seth dando cobertura para o Ryan que está no hospital com Marissa ao invés de estar estudando para o teste)
Kirsten: Perguntou para o Ryan o que ele quer de almoço?
Seth: Ele não quer comer, ele está de regime.
Kirsten: Porque ele está de regime?
Seth: ”Porque ele está de regime?”
Kirsten: Vou perguntar. Quero saber como…
Seth: Mãe, mãe… Ele está em um momento de profunda concentração agora.
Kirsten: Mas ele precisa comer.
Seth: Ele está pelado. Gosta de estudar pelado, é um costume em Chino e acho que se você o pegar pelado e o papai ficar sabendo talvez fique desconfiado. Uma casa dividida, ruíra.
(Toca a campainha)
Kirsten: Ainda temos que conversar sobre sua viagenzinha para Tijuana.
Seth: Estou ansioso!

(Bate na porta)
Seth: Estou estudando, mãe…
Pelado!
Summer: Ew!
Seth: Ew? Summer?
Entra!
Summer: Não mesmo. (Tampa os olhos)
Seth: Eu não to pelado. (Abre a porta)
Summer: Eu não entendo, Cohen… Que tipo de família você tem?
Seth: Do tipo que anda vestido, até no chuveiro.

Summer: Nós precisamos de força, nós precisamos do Ryan.
Seth: Porque o Ryan? Não serve eu?
Summer: Depende… Você está pronto para enfrentar Julie Cooper?
Seth: (pausa) Nós precisamos do Ryan.
(Saindo do quarto)
Seth: Essa é minha cama a propósito.
Summer: Ok.
Seth: Só queria que você soubesse, tenho a impressão que…
Summer: Aham.

Sandy: Você e a Summer parecem bem íntimos.
Seth: Deus, não diga ”íntimos”, pai!
Sandy: Se você não conversar comigo, com quem irá conversar?
Seth: Ah, não sei… Com a mãe, Ryan… Com aquela árvore ali!
Sandy: Sentirá saudades de mim quando eu for embora…
Seth: Quando você vai?

Seth: Como consegue responder com apenas um olhar?
(Ryan olha pro Seth)
Seth: Fez de novo!

Kirsten: Você está adorável.
Seth: Não.
Kirsten: fofo?
Seth: Não
Kirsten: Maneiro!
Seth: Pare, isso é doloroso!
(Sandy entra na cozinha)
Kirsten: O Seth não está maneiro hoje?

Kirsten: Talvez esse ano seja diferente. Melhor.
Seth: Esse é o mantra de todo ano. E todo ano, algum jogar de pólo urina em um pé do meu sapato. (Sandy olha pra Seth) Brincadeira. Nos dois. Ryan tem o Sr. Schmidt como professor. (Sandy e Kirsten olham pra Ryan)
Ryan: O que há com o Sr. Schmidt?
Seth: Nada. Cumprimente a verruga dele por mim.

Anna: Seth Cohen!
Seth: Anna!
E aí como você tá? (Abraça Anna)
Summer: Dá licença, estamos em uma conversa.
Anna: Insultá-lo conta como conversa?
Seth: Se não contar, nunca conversamos.

Anna: O que você está fazendo? Achei que tinha superado a Summer no baile de debutante.
Seth: Sim, eu sei e sei que parece que nenhum progresso foi obtido, mas eu tenho que te contar… (pausa) É nenhum progresso foi obtido.

(Anna faz pontos no jogo)
Seth: Ok, obviamente você é lésbica.

Seth: Mãe, a Marissa está com o Ryan. (Na mesma hora Kirsten liga o liquidificador)
Kirsten grita: O que?
Seth: A Marissa está em Chino.
Kirsten: Fala mais alto Seth.
Seth: A Marissa está em Chino! (Kirsten desliga o liquidificador)
Julie: A Marissa está em Chino?
Seth: Poxa, e eu que pensei que essas coisas só aconteciam em filmes.

Luke: Espero que eles esqueçam isso logo.
Ryan: Eles não esquecem, cara. Eu ainda sou o garoto que pôs fogo na casa.
Marissa: E eu ainda sou a garota que quase se matou no México.
Seth: E eu ainda sou… ainda sou Seth Cohen.
Luke: Isso vai ser uma droga!
Seth: Bem-vindo ao meu mundo!

Seth: E ai Ryan, como foi no shopping?
Ryan: Estranho…
Seth: Legal! Explicou tudo. Foi como se eu estivesse lá!

Sandy: Estamos indo, garotos. Precisam de alguma coisa?
Seth: Sim, Ryan precisa de uma máquina do tempo para dizer que também ama a Marissa.
Kirsten: Marissa disse que te ama?
Ryan: Sim
Kirsten: O que você respondeu?
Seth: Obrigado!
Sandy: Pelo menos você foi educado. (saindo) Amamos vocês!
Seth: (debochando) Obrigado!

(Presos na casa da piscina pela tia)
Seth: Ah meu Deus isso não é bom.
Ryan: Você acha?
Seth: Eu não consigo respirar, Ryan eu sou claustrofóbico!
Ryan: Seth, isso daqui é enorme, tem uma cozinha e um banheiro .
Seth: Xiu, Ryan não gasta todo oxigênio!
Ryan: Quer um sanduiche? Tomar banho? Tem tudo aqui.
Seth: HAHAHAHA, nós vamos morrer e eu sou o chato!
Ryan: Eu durmo aqui toda noite, 3 das paredes são janelas.
Seth: Sim, que atualmente mostra homens pelados, estamos presos como ratos!
Ryan: Numa enorme casa de piscina, falando nisso sua tia é legal.
Seth: É, eu sei, meia imprevisível as vezes… Minhas camisa tá me estrangulando, ótimo! Ai.
Ryan: ÓTIMO, minha namorada tá beijando outro cara e eu tô aqui preso com um lunático!

( Oliver dá uma carta para a Marissa e o Ryan rouba no armário e conta para o Seth.)
Seth: Eu não quero ler essa carta, é igual a “O Chamado” quem lê morre.

Seth: Ryan, eu sou um homem! E não por ter tido meu bar mitzvah, mas porque eu já sou um homem de verdade. Eu transei com uma garota! Com Summer, para ser mais específico.
Ryan: E como foi?
Seth: Eu transei!
Ryan: Tão mau assim?
Seth: Não, não foi mau. Só foi… esquisito.
Ryan: Esquisito?
Seth: É, mas não esquisito tipo pervertido. Foi esquisito tipo… desajeitado. Mas foi minha primeira vez e ela é mais experiente, é de se esperar né? E eu fiz algumas caretas que gostaria de apagar, mas não posso e meu nariz entupiu no final. Não foi meu melhor momento… Eu me saí tão mal! Eu parecia um peixe fora d’água. Ryan, eu era o Nemo e só queria voltar pra casa.

Seth: Pai, preciso falar com você.
Sandy: O que houve?
Seth: Nada. Só precisamos conversar. Sobre mulheres.
Sandy: Bem, sou mestre nesse assunto.
(Kirsten ri debochando)
Sandy: Eu te conquistei!
Kirsten: Eu era jovem, impressionável e bêbada.
Seth: É, ei filho único presente!
(Campainha toca)
Kirsten: Eu atendo. Preciso de ar fresco. (Sai)
Seth: Eu nunca achei que eu… diria isto, mas eu acho que nós precisamos ter aquela conversa.
Sandy: Agora?
Seth: É tão ruim pra você como é pra mim.
(…)
Sandy: Bom, você usou… você sabe, você usou… você se protegeu?
Seth: (tampa os ouvidos) Meu Deus, usei! Usei! Não acredito que você perguntou isso.
(…)
Seth: Estimulação, huh?
Sandy: Vou te dizer uma coisa: o aperitivo é tão bom quanto o prato principal.
Seth: É, quase vomitei. Bem, vou fingir que nunca tivemos essa conversa, mas… Obrigado, pai!
Summer: Seth, você não era o único virgem naquele quarto.
Seth: Como assim? Estavam filmando? Tinha alguém escondido?

Seth: Na realidade isso faz desse triângulo um nada romântico quadrado…

Ryan: Agora estamos sozinhos de novo.
Seth: Na verdade eu tenho a Summer, mas posso arrumar um tempinho na agenda para você.
Ryan: Eu posso andar com o Luke, o que será que ele está fazendo agora?
Seth: Não sei. Descobrindo o fogo, talvez vocês possam fazer isso juntos.

Seth: Eu disse que éramos uma ótima dupla. O cérebro e os músculos.
Marissa: Porque você é o cérebro? Consegui que entrássemos de novo.
Seth: Desculpe, eu sou o cérebro.
Ryan: Você pode ser a beleza.
Seth: Sim, certíssimo.
Marissa: Obrigada.
Seth: Beleza, músculos e cérebro. Perfeito.
Summer: Ótimo. E eu sou o que, Cohen?
Seth: Os peitos? A megera?
Summer: Tudo bem. Eu prefiro os peitos.
Seth: Eu também.

Marissa: (chorando)
Ryan: Você está bem?
Marissa: Estou, é que é muito triste
Ryan: É só o filme né? É por isso que você está chorando?
Marissa: Sim. Sou emocionalmente instável. Além disso, eu não sou a única chorando.
Seth: (chorando) Desculpe, o que disse? Eu sou alérgico, ok? E tem muito pólen aqui. É ridículo.
Marissa: Tudo bem.
Seth: Amanhã vamos assistir futebol.
Summer: Faltam 5 meses pra temporada.
Seth: Na ESPN classics. Vamos assistir jogos antigos.
Ryan: Da próxima vez, deveríamos assistir à uma comédia.
Marissa: O quê? Não. Eu posso ver filmes tristes.
Ryan: Eu sei que pode.
Seth: Eu não posso Ryan, sou sensível.

Amy: Sejam bem vindos, meu nome é Amy… Quem é o Sr. Cohen?
Sandy: Ah…
Seth: Oi Amy – interrompendo Sandy – nos falamos no telefone. Muito prazer.
Amy: Prazer em vê-lo. A cobertura tá em sua disposição. Queiram me seguir.
Sandy: Cobertura.
Seth: Isso.
Sandy: Que cartão de crédito você usou?
Seth: Do velho (indicando Caleb).
Sandy: Oh… Eu te amo filho.
Seth: Eu também pai. Não tanto quanto amo Las Vegas

Seth: Pudim! Eu gosto tanto de falar Pudim, Pudim, Puudim.
Seth: Tudo está bem.
Theresa: Eu to grávida.
Seth: Exceto isso.
(Ryan e Seth vão perguntar à Theresa quanto tempo ela vai ficar na casa dos Cohen.)
Theresa: Não vou ficar aqui por muito tempo.
Ryan: Ahh… Não vai?
Theresa: Não… Eu não posso abusar dos pais do Seth pra sempre.
Seth: Claro que pode. Eu vou fazer isso.
2ª Temporada
Seth: Eu amo aquele cara!
Ryan: Você não é o único
(Summer beija Zach)
Seth: Não. Ela não pode estar saindo com ele. Isso não é nem possível. Como isso pode ser possível?
Ryan: A um segundo atrás você queria sair com ele.

(Kirsten, Sandy, Caleb, Renee, Lindsay, Seth, Summer, Ryan e Marissa na cozinha)
Kirsten: Ninguém vai a nenhum lugar até alguém me contar o que está acontecendo.
Julie (e Jimmy chegam): Oi, o que tá acontecendo?
Seth: Que bom que a cozinha é grande.

Ryan: Nós estamos aqui essa noite para comemorar o aniversário de casamento de Sandy e Kirsten Cohen.
Seth: Aqui estamos nós e eu concordo plenamente. Porque se eles não tivessem se casado, eu não teria nascido e pensem no que vocês estariam perdendo agora.

Ryan: Mas vocês se beijaram?
Seth: Não. Mas os nossos narizes se tocaram, e foi, tipo, o toque de narizes mais sensual nas histórias de toques de narizes. Foi praticamente uma transa de narizes.

Seth: Oats, se ele tocar em algum lugar estranho e por estranho, quero dizer… (Ele cochicha para cavalinho Oats) Eu quero que grite o mais alto que puder!
(Na festa de aniversario do Trey. Festa lotada)
Ryan: Quantas pessoas você convidou mesmo?
Marissa: 4. (Referindo aos 4, além do aniversariante)
Seth: Eu nem conheço 4 pessoas!

 (Campanhia toca)
Seth: Do jeito que as coisas andam deve ser o Oliver.

3ª Temporada
Seth: Sei como se sente.
(Ryan olha pra Seth)
Seth: Ok, não sei.

Marissa: Estou estragando o jantar. Acho melhor ir embora.
Todos: Não!
Sandy: Pode sentar, você não arruinou nada.
Seth: Talvez um pouco, mas é compreensível.

Seth: Vou confessar que Ryan Atwood, o pescador, soava bem.
Ryan: Você gostou?
Seth: E tenho outras sugestões, mas são um pouco exóticas.
Ryan: Está bem.
Seth: Tudo bem? Ryan Atwood, o toureiro.
Summer: Chapéu, meias apertadas e um casaco vermelho.
Ryan: Mas eu não falo espanhol.
Seth: Nem os touros. Ryan Atwood, o caçador de recompensas.
Summer: Isso, você precisaria de um arco e botas pontudas, acho que ia gostar!
Ryan: Que tal “Ryan Atwood, o covarde”?
Marissa: Acho que essa foi meio cruel.
Ryan: Você acha?
Marissa: Consegui sua atenção.
Seth: Ryan Atwood, ajudante de filme pornô.
Ryan: Ajudante de filme pornô?
Marissa: Como é?
Summer: Nem pergunte.
Seth: Depois eu explico.

Ryan: Eu não quero arrumar confusão.
Volchok: Deveria ter pensado nisso antes de me atacar.
Summer: Você não provocou? Mexeu com a namorada de alguém.
Seth: Ótimo argumento.
(Caras do Volchok olham bravos para o Seth)
Seth: Ou uma referência desnecessária. Um dos dois.

Ryan: Seth, você precisa contar pra ele
Seth: Papai eu não me inscrevi em Berkeley. Onde Você conseguiu essa arma? Por que está com essa arma?

Ryan: Isso é horrível. Vê? Summer está rindo!
Seth: O quê? Não, isso são só gases.
Seth: O Ryan esqueceu os óculos, ele vem já já.
Sandy: Ryan não usa óculos.
Seth: Usa quando lê da direita para a esquerda.

 (Seth olhando no espelho)
Ryan: O que está procurando no seu rosto?
Seth: Ontem à noite, estava certo que iria aparecer uma espinha. Hoje de manhã, minha pele está perfeita.
Ryan: Isso é um problema, porque…
Seth: Ryan, não vê.
Ryan: Não.
Seth: As coisas estão indo bem demais.
Ryan: Como?
Seth: Marissa voltou à Harbor. Vocês resolveram o triângulo amoroso do surfe. Minha namorada gabaritou o SAT. Nunca fomos tão felizes.
Ryan: Dizem que o último ano é o melhor.
Seth: Não. Nós sabemos que não é assim. Quando as coisas vão bem demais, a desgraça bate à porta.
Ryan: Desgraça?
Seth: Bate à porta.
(Toca a campainha)
Seth: Ou toca a campainha. Bem na hora. Não atenda. É um saco de esterco em chamas.
Ryan: Ou o correio.

Summer: Desculpa Seth, eu não queria bater em você.
Seth: É, eu só não sei como minha cara foi parar na sua mão!

Seth: Onde eu me vejo em dez anos? Essa é uma boa pergunta. Certo. Sabe o que eu gostaria realmente? Gostaria de ser tão feliz quanto sou agora. Mas sei que não há muita chance disso acontecer. No fim da vida quando olhamos para trás, só há duas ou três épocas em que fomos realmente felizes e nem mesmo percebemos. Ninguém percebe, não é mesmo? Então onde eu me vejo em dez anos? Acho que gostaria… Gostaria de estar aqui. Aqui mesmo. Neste momento. Não é que eu tenha medo de incertezas, não é isso. Mas é que aprendi que quando temos algo bom, devemos tentar segurar esse momento. Segurar bem firme e se alguém tenta tirar isso de você, o que você deve fazer é mostrar que vão precisar arrancar isso dos seus dedos frios e mortos.

 (Quando o Jhonny morre)
Seth: Acho que pelo menos você não vai mais se preocupar com ele entre você e a Marissa.
(Ryan olha para ele)
Seth: Olha Sudoku? Divertido de fazer… (pausa) Muito cedo? Ok.

Summer (bêbada): Ah, eu te amo!
Seth: Eu te amo também… Mas nos beijamos depois.
(Summer vomita)
Seth: Macarrão, legal!

Sandy: Eu te amo filho.
Seth: Eu não consigo dizer eu te amo para outro homem, mas eu também tenho um grande afeto por você.

Summer: Como seria a vida se Atwood não tivesse vindo?
Marissa: Eu nunca teria falado com o Seth.
Summer: Nem eu.
Seth: AHAHAHAHAHAHA (risada forçada)
Ryan: Você me deve uma.
Seth: Eu? Ela (indicando Marissa) ainda namoraria o cara que depila o peito.

4ª Temporada

Summer: Eu não acredito que eles não tem um programa de reciclagem aqui! (falando do shopping)
Seth: Devíamos ligar pro conselho local então.
Summer: Boa ideia.
Seth: Eu estava sendo sarcástico.
Summer: Eu não brinco mais, superei o sarcasmo.
Seth: Tipo um padre?

(não sei qual temporada) 
Summer: Seth, você dirige como uma velha!
Seth: Estou a 130km/h numa estrada de 110km/h!
Summer: Você é tão lento que já fomos ultrapassados por um carro cheio de freiras!
Seth: É, mas elas tem Jesus ao lado delas e eu sou judeu!



Um comentário: