Páginas

Marcadores

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Citações e frases One Tree Hill

Algumas citações que encontrei e que não estão separadas por temporada



Jαke: O que está olhando?
Nicki: A sua vida.
Jαke: Sim, é a minha vida. Notou que você não está nela?


Peyton: Quando te vi deitado nα cama do hospital logo depois do acidente, tudo que pude pensar era que minha mãe não teve tanta sorte quanto você. Eu lembrei que depois que ela morreu, era Brooke quem estava lá comigo, e éramos apenas crianças. Ela vinha me ver todos os dias para saber se eu estava bem. Ela tem sido minha melhor amiga desde então.
Lucas: A vida é curta, Peyton.
Peyton: Curta demais para se viver como uma pessoa má. Não posso traí-la, Lucas.
Lucas: Quer dizer, muito mais do que já fizemos?


Lucas: Preciso de um tempo pra ordenar as idéias.
Brooke: O que você precisar, eu estarei aqui.
Lucas: Este é o problema.
Brooke: Você está terminando comigo?
Lucas: Eu só acho que por enquanto é melhor.
Brooke: Talvez pra você.
Lucas: Brooke, sinto muito.
Brooke: Aparentemente não o bastante.


Lucas: Nada acontecerá com você. Eu prometo.
Peyton: Você está sempre me salvando.
Lucas: Alguém tem que salvar.
Peyton: Se eu disser que eu te amo agora, você vai querer me beijar porque eu perdi muito sangue? (...) Vem aqui.
(Peyton beija Lucas)
Peyton: Só para o caso de não conseguir manter sua promessa


Lucas: Então mentiu para me castigar? Como pôde fazer isso?
Brooke: Como pôde  me trair com a minha melhor amiga?
Lucas: Brooke... Eu nuca quis te machucar.
Brooke: Isso realmente não importa, Lucas. Porque no final machuca do mesmo jeito.


Peyton: Brooke temos que parar com isso!
Brooke: OK, vou para de falar com você, e você para de falar comigo.
Peyton: OK. Não somos amigas de verdade, não é mesmo?
Brooke: para uma loira falsa, demora para cair sua ficha.
Peyton: Tudo bem, tentei me desculpar, agora já parei de tentar.
Brooke: Ótimo, isso é muito patético.
Peyton: Tudo bem, se é isso que você quer, tudo bem.


Rachel: Eu já imaginava que você não teria tempo pra me dar aulas, porque você é muito ocupada.
Haley: Tempo eu tenho até de sobra, é que eu não te suporto.


Brooke: Você nunca sentiu minha falta Lucas, é por isso que eu não sinto mais a sua.


Peyton: Eu te amo, Lucas.
Lucas: Eu também te amo, Peyton.
Peyton: Você não entendeu. Há muito tempo eu escondo isso... Eu te amo e estou louca por você.


Brooke: Eu dei o Lucas pra você, Peyton...
E eu posso tirar quando eu quiser.


Brooke: Eu te amo, mas você não me merece Lucas.


Brooke: Eu só passei aqui pra dizer que eu estou com saudades de você.
Lucas: Ah...
Brooke: Eu pensei que você fosse dizer que também estava.


Brooke: Eu não quero me machucar de novo... Como antes. Porque dói tanto. E fiquei com medo de me sentir vulnerável de novo... e com medo de você e do modo que eu me sinto quando você está por perto. E eu sei que não vai mudar nada pelo o que eu fiz. Mas eu achei que você deveria saber.
(Indo embora)
Lucas: Brooke! Eu sinto muito. Está tudo bem.
Brooke: Não está. Não pode estar, é muito para perdoar.
Lucas: Bem, isso é muito ruim, porque eu te perdoo
Brooke: Você não pode.
Lucas: Eu acabei de perdoar. Eu sou o cara pra você, Brooke Davis... e sei que machuquei você da ultima vez...
Brooke: Eu te amo.
Lucas: Eu também te amo.


Karen: Amor, como foi seu dia?
Haley: Ah, foi ótimo e continua sendo, já que eu estou comendo e um terço do mundo passa fome né, o que não muda o fato de eu ser desastrada.
Eu contei que eu levei um tombo hoje? Eu caí no meio fio, de quatro, com a cara no chão e a bunda pra cima.


Lucas: Eu fui ver a Brooke e ela disse que está arrependida.
Peyton: O que? Luke, a primeira coisa que você fez hoje de manhã foi ver a Brooke?
Lucas: É que era o meu caminho...
Peyton: O seu caminho é a minha porta.


Brooke(olhando pra Peyton e pro Jake): Oh meu Deus! Vocês transaram!
Peyton: Brooke, estamos em uma igreja.
Brooke: E daí? Se eu notei, ele (apontando pra cima) também notou.


Brooke: Eu trabalhei dia e noite nesse vestido e você não gostou?
Haley: Brooke, eu gostei, eu só queria algo mais simples, igual ao meu outro.
Brooke: Tudo bem então vai compra um no brechó das piranhas, deve estar em liquidação.
Haley: É, você deve saber bem disso.


Jake: Você tem que voltar pra Tree Hill. Eu não posso casar com você
Peyton: Porque?
Jake: Porque você fala enquanto dorme
Peyton: Eu sei, mas... eu não to entendendo. O que eu disse, que queria te matar ou o que?
Jake: Disse ‘Eu te amo’
Peyton: Mas isso parece muito bom. Qual é o problema?
Jake: Você disse ‘Eu te amo, Lucas’


Nathan: Se eu conseguisse andar iria até aí te dizer o quanto preciso de você.


Brooke: Peyton, eu não sei o que dói mais. Você e o Lucas se encontrando escondido, ou você mentindo na minha cara.


Nicki: Perguntei se tem algum problema.
Peyton: Tenho sim. E é você piranha.


Lucas: Disse que não estava preparada. Pensei que ia esperar até casar;
Haley: E esperei;
Lucas: Que papo é esse Haley?
Haley: Nos casamos ontem a noite.


Nathan: Eu te amaria pra sempre. Você é minha família agora, Haley. A melhor coisa que eu tenho. Não quero te perder nunca
Haley: Não vai... que foi?
Nathan: Casa comigo?
Haley: Para com isso.
Nathan: Que foi? Não quer?
Haley: Ah, tá me deixando sem graça.
Nathan: Por que não?
Haley: Porque estamos no ensino médio!
Nathan: E daí? Eu sou emancipado.
Haley: É por causa do sexo? Por que eu quero esperar?
Nathan: Não. Já vi que esta quase a fim de ceder.
Haley: Talvez então. Nathan, ninguém se casa no colégio, Não é normal.
Nathan: E daí? Eu não sou normal. O que eu sinto não é nada normal. E pra ser sincero, Haley, eu nem quero ser normal. Não com você. É sério.
Haley: Eu sei que é.
Nathan: Tá legal, então vou repetir: Eu poderia te amar pra sempre
Haley: Nathan, eu também, mas...
Nathan: E por que o sempre não começa hoje?


Lucas: Apenas confie em mim.
Brooke: Sim, porque funcionou tão bem da ultima vez.


Derek: E o Lucas aceitou ir ao baile com você?
Peyton: Não. Ele vai com a Brooke.
Derek: Mas mesmo assim estou orgulhoso de você, por ter arriscado
Peyton: E você, pode ir ao baile comigo? Eu não sei se aguento mais um ‘não’.


Lucas: Você demitiu sua mãe?
Nathan: Ela ficará bem. Posso faze o trabalho sujo. Além do que, a ‘babá Deb’ sumia na maior parte do tempo mesmo.
Lucas: É engraçado, todos esses anos em que o chamávamos de Skills (habilidade), e eu achando que só tinha a ver com basquete.
Nathan: Não tem graça.
Lucas: Tem um pouco.


Nathan: Minha nossa!
Lucas: O que é?
Nathan: Você tem visto seu cabelo?
Lucas: Não ultimamente?
Nathan: Você está de moicano!
Lucas: Estou?
Jamie: Demais! Posso fazer um, pai?


Haley: Eu e o Lucas costumávamos vir aqui e jogar balões nos dias ruins.
Peyton: O que? Em quem?
Haley: Criancinhas, pessoas ruim. Você ficaria surpresa no quanto isso te faz sentir bem.
Peyton: Bem, falando em pessoas ruins...
(elas olham Dan vindo pela rua)
Haley: Nós éramos duas crianças, certo?
Peyton: Sim, você é muito madura pra fazer essas coisas agora... mas eu não!
(Peyton joga um balão de agua em Dan)
Haley: Cara, o cara precisa de um transplante de coração, vai cair morto!
Peyton: E você me fala isso agora? Mas você estava certa, isso foi muito divertido!
Haley: Meu Deus!



Lucas
“ De repente foi como se o grito das pessoas, o eco do apito final, as lágrimas dos meus companheiro de time, foram todas ouvidas a milhões de quilômetros de distancia. E tudo o que sobrou nesse bizarro silêncio, foi apenas Peyton. A garota cuja arte, paixão e beleza mudaram a minha vida. Naquele momento, meu triunfo não foi o campeonato estadual. Foi a simples claridade. A visão de que sempre estaríamos juntos, e qualquer instinto contrario foi negado pela seguinte verdade. Eu era e sempre serei apaixonado por Peyton Sawyer.”


Brooke: O que você fez, não muda o que você é!


Ana: Porque os relacionamentos tem que ser tão complicados?
Peyton: Por a única coisa mais difícil é ficar sozinho.



Brooke: Você devia ter vergonha de si mesma: Há crianças temendo por suas vidas agora. Com medo que alguém irá botar um arma em sua cara e puxar o gatilho e você quer saber como eu estou me sentindo? Nossa dor não é um artigo para você. Não é um pedaço de notícia para aumentar sua audiência, porque amanhã ou no outro dia, ou na outra semana quando nós voltarmos para a escola, mudados para sempre por um dia que nunca vai nos deixar, onde é que você vai estar? Na próxima tragédia enfiando seu microfone na cara da próxima pessoa danificada, perguntando à ela como ela se sente? Senhora, isso não é jornalismo. Você não está contribuindo nada para a sociedade. Vocês são urubus em volta da carniça, mas vocês rapinam nos vivos. É assim que eu estou me sentindo, mas algo me dez que você não vai botar isso no ar.

Bevin: Certo, o que você pretende ser em 10 anos?
Rachel(drogada): Em 10 anos, eu pretendo ter 20 anos


Brooke: Porque todo mundo mente? Os garotos maus mentem para te levar para cama e os garotos bons para conseguir o seu coração.






Nenhum comentário:

Postar um comentário